Politica

Adriano Moreira, Ribeiro e Castro e Lobo Xavier dão apoio a Marcelo

Dezassete figuras destacadas do CDS apelaram ao voto no atual Presidente.

Dezassete figuras destacadas do CDS emitiram ontem uma declaração de apoio ao atual Presidente da República e recandidato a Belém nas próximas eleições de dia 24 de janeiro. Na lista de nomes estão senadores do partido como Adriano Moreira, Lobo Xavier, Ribeiro e Castro, Narana Coissoró e Miguel Anacoreta Correia, além de vários autarcas no ativo. Para os autores da declaração “as eleições presidenciais de 24 de Janeiro não são uma inutilidade, nem uma brincadeira”. Mais: “não é ocasião para aventuras, nem para indiferença. Todos temos o dever cívico de responder à chamada de Portugal. Todos somos chamados a convergir para a reeleição do Presidente de todos os Portugueses”, pedem os militantes democrata-cristãos que assinam a declaração.

Para os dezassete centristas a  “reeleição de Marcelo Rebelo de Sousa é a escolha que melhor assegura que Portugal disporá, na Presidência da República, de um titular à altura dos tempos difíceis e desafiadores que temos pela frente, alguém dotado da maior experiência, do exigente respeito pelo pluralismo, da mais alta inteligência, do generoso sentido de serviço público, do mais genuíno patriotismo, para ajudar o país a não deitar fora o que já foi conseguido, a retomar a senda do crescimento económico, a consolidar a democracia, a retomar o caminho do progresso social, económico e político, a prestigiar Portugal”.

Antes, os autores fizeram uma análise do mandato de Marcelo Rebelo de Sousa” sem conflitos, nem acrimónia”. Ainda assim, reconhecem que há  críticas. Porém, as mesmas “não deslustram o fundamental” e revelam que “em democracia, nenhum titular do Estado está isento de exame crítico e tem de explicar publicamente os seus atos e decisões, melhorando sempre onde considere dever fazê-lo”. De realçar que o CDS apoiou formalmente, no início de dezembro, a recandidatura presidencial de Marcelo, apesar de algumas críticas internas.