Politica

Costa honrado pela presidência portuguesa da UE

"Temos seis meses de intenso trabalho", apontou.

O primeiro-ministro, António Costa disse, esta terça-feira, que é "uma enorme honra" para Portugal ter recebido o testemunho da Presidência da União Europeia da chanceler alemã Angela Merkel. Costa recebeu esta terça-feira a visita do presidente do Conselho Europeu, Charles Michele, naquele que é o primeiro encontro oficial da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia, e comparou o desafio a uma “maratona”.

"Para nós é uma grande honra ter recebido este testemunho da chanceler Merkel, e será uma enorme honra fazer essa entrega à presidência eslovena daqui a seis meses. Até lá, temos seis meses de intenso trabalho", disse, em conferência de imprensa.

"É uma presidência em que queremos trabalhar de uma forma muito estreita com todas as instituições, mas muito em especial com o presidente do Conselho", disse Costa, prometendo "trabalhar muito intensamente" com Charles Michel nos próximos seis meses.

Já Charles Michel disse que a sua presença é um “sinal de compromisso” e mostrou-se otimista. "O ano de 2020 foi, como sabem, um ano brutal, mas temos agora o sol e o leme", disse.

"A pandemia da covid-19 deteriorou os nossos sistemas na Europa, neste momento temos a oportunidade de reafirmar as prioridades. Vamos trabalhar permanentemente", acrescentou, lembrando que a pandemia não acabou e que é preciso união para desenvolver “todos os esforços necessários”.