Sociedade

Frio vai continuar até meio da próxima semana e pode nevar no Algarve

IPMA prevê que sábado seja o dia com mais frio.

As baixas temperaturas que estão sentir-se em todo o país vão continuar pelo menos até meio da próxima semana, disse fonte do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) ao Nascer do SOL.

“As temperaturas estão um pouco abaixo da média para esta altura do ano. Não é uma situação completamente anormal”, adianta a mesma fonte, que acrescenta que o que é menos habitual é o facto de estas temperaturas abaixo da média se prolongarem por tantos dias, trata-se de duas semanas de frio intenso.

Ainda segundo o IPMA, “é possível que um ou outro distrito possa entrar em aviso laranja ao longo dos próximos dias, mas não é uma situação extraordinária em termos das temperaturas mínimas”.

Sobre a possibilidade de neve em zonas em que a queda não é tão habitual, aquele organismo considera que “é muito cedo para estar a especificar essa possibilidade”, especialmente no litoral. “As temperaturas vão estar baixas e há alguma probabilidade de ocorrer precipitação, mas na zona de Lisboa essa probabilidade não é muito elevada”, acrescenta.

Por outro lado, durante os próximos dias, na região sul vai haver alguma precipitação e não é de excluir a possibilidade de essa precipitação ocorrer sob a forma de neve “nas terras mais altas da região sul, especialmente na zona do Algarve”.

No dia 8, sexta-feira, e no dia 9, sábado, há novamente previsão de chuva e “também aí haverá a possibilidade de existir queda de neve nas zonas mais altas da região sul”.

“As temperaturas estão abaixo daquilo que é média, que rondam os 0 graus. É provável que dia 9 seja o dia mais frio mas não se sabe daí para frente, com temperaturas máximas inferiores a 0”, antevê o especialista do IPMA.

“Estamos sob efeito de uma massa de ar fria transportada a partir do interior da península ibérica. Vamos ter a passagem de algumas depressões, entre elas a depressão Filomena. Vão passar a sul do território do continente e vêm trazer alguma precipitação à região sul amanhã e depois no dia 8”, explica.