Desporto

Duelo em Manchester vê City chegar às finais

A meia final da Taça da Liga inglesa viu o Manchester City ser a melhor equipa da cidade, pelo menos neste dérbi.


O jogo entre Manchester United, onde joga Bruno Fernandes, e Manchester City, onde jogam Rúben Dias, Bernardo Silva e João Cancelo, decidiu quem vai enfrentar o Tottenham de José Mourinho na final da Taça da Liga inglesa, que bateu o Brentford por duas bolas a zero. A partida foi exatamente aquilo que se esperava que fosse, uma luta renhida entre dois gigantes do futebol mundial.

Tão gigantes e tão renhido que, ao apito do intervalo, nenhuma das duas equipas tinhas conseguido inaugurar (legalmente) o marcador em Old Trafford. Mas o início da partida foi, no mínimo, caricato. Aos 2 minutos, os red devils conseguiram mesmo bater Steffen, mas o golo seria invalidado pela equipa de arbitragem. Três minutos depois, o mesmo cenário, mas com diferentes protagonistas. Aos 5 minutos de jogo, Gundogan pôs a bola no fundo das redes, mas estava em posição irregular.

E como não há dois sem três, a história repetiu-se. Aos 23 minutos de jogo, Foden, em posição irregular, voltava a bater o guarda-redes de Old Trafford, num golo que acabaria por ser invalidado.

Só aos 50 minutos é que os 'citizens' conseguiram pôr-se em vantagem no marcador, com John Stones a aproveitar o livre do lado esquerdo e a fazer o primeiro da noite para o Manchester City.

Seguiu-se meia hora de jogo cheia de remates dos dois lados, com grande ênfase para o esforço do português Bruno Fernandes. Mas seria mesmo o City a marcar o segundo golo da partida, aos 83 minutos, na sequência de um canto que viu Fernandinho encostar para dentro da baliza de Henderson e fazer o dois a zero para os citizens.

Com este resultado, e um Manchester City a dominar a partida, o United fica pelas meias finais, e os citizens seguem para a fase final da Taça da Liga inglesa, onde irão defrontar o Tottenham de José Mourinho, e tentar bisar o título.