Politica

Presidente da República admite "confinamento muito mais rigoroso"

Marcelo Rebelo de Sousa admite que poderão ser necessárias medidas idênticas às que foram aplicadas em março.

O Presidente da República admitiu que pode ser necessário um novo confinamento.

Marcelo Rebelo de Sousa, no debate com Vitorino Silva, na RTP3, colocou dois cenários em cima da mesa. "No primeiro cenário, regressar a quatro mil casos por dia, significaria as mesmas medidas dos últimos tempos”.

Mas se a atual situação não se alterar “vai ter de se ponderar um confinamento muito mais rigoroso, exceto o encerramento de escolas”.

O primeiro-ministro, António Costa, já tinha admitido que o país poderá ter de voltar “a um conjunto de medidas tipo aquelas que adotámos em março”.

As novas medidas serão decididas depois da reunião com os especialistas que está prevista para dia 12.