Sociedade

Condutor que matou casal e filho portugueses detido para interrogatório

Em causa está o acidente que provocou a morte imediata dos três portugueses neste sábado no sul de França. Foi iniciada uma investigação por homicídio involuntário.

O condutor de origem polaca que provocou o acidente que matou os três portugueses foi detido e interrogado por homicídio involuntário, logo após o desastre que aconteceu neste sábado, numa autoestrada no sul de França.

Apesar de apresentar ferimentos ligeiros, o condutor de 62 anos começou a ser interrogado no sábado, com a ajuda de um tradutor, de acordo com a rádio francesa France Bleu.

O homem não apresentava álcool no sangue e será conhecido apenas na segunda-feira o resultado das análises à presença de estupefacientes.

É de mencionar que o acidente decorreu quando o veículo pesado circulava em contramão na autoestrada A9, junto a Nîmes, no sul de França, e embateu numa viatura ligeira, provocando três mortos: um homem de 48 anos, uma mulher de 44 anos e ainda um jovem de 20 anos.

As vítimas tinham nacionalidade portuguesa e vivam na Suíça atualmente. De acordo com as autoridades locais, todas as vítimas tiveram morte imediata, devido à gravidade do impacto.