Politica

Tudo o que deve saber sobre o voto nas presidenciais

As eleições presidenciais estão marcadas para o dia 24. entre as 08horas e as 19horas.

Não se esqueça da caneta

Quem estiver nas mesas de voto terá de ter desinfetante  disponível, usar máscara ( preferencialmente cirúrgica e mudá-la a cada quatro horas), viseira ou óculos e luvas.  Haverá mais 2800 mesas de voto por causa da pandemia. A cada eleitor, que vote presencialmente, é pedido que leve a sua própria caneta e álcool gel. A máscara é obrigatória e o distanciamento físico é sempre recomendado.

Há voto antecipado?

Há. Basta que se inscreva no site votoantecipado.mai.gov.pt/, ou por via postal para a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna até ao 14 de janeiro. Em cada município haverá uma assembleia de voto para se votar antecipadamente ( e de forma presencial) no dia 17 de janeiro, num total de 386 mesas locais de voto.

Estou em isolamento profilático e/ou tenho covid-19. Posso votar?

Pode, desde que se inscreva na plataforma votoantecipado.mai.gov.pt/ entre os dias 14 e 17 de janeiro. Isto depois da listagem fechada pelas autoridades de quem está em confinamento obrigatório até o ao dia 14. Depois desta data quem não constar na lista ( e estiver infetado)  não poderá votar. A recolha do voto será feita nos dias 19 e 20 de janeiro por “equipas municipais e policiais, que se deslocam a um local estabelecido pelas autoridades de saúde, local esse que pode ser em casa, um local público ou qualquer outro local definido pelas autoridades de saúde”, explicou ontem o ministro da Administração Interna.

E como será nos lares?

Outra novidade é que os idosos que estejam em lares também poderão votar a 19 e 20 de janeiro, equiparando estes casos a quem está em quarentena. Haverá equipas para recolher os votos nos lares nessas datas. Mas, para tal também terão de ser inscritos na mesma plataforma ou site entre os dias 14 e 17 deste mês.