Internacional

Israel já vacinou 72% dos idosos

Amnistia Internacional diz que rapidez foi conseguida negando a vacina aos palestinianos.

Israel anunciou que a sua campanha de vacinação, a mais rápida per capita do mundo, chegou a 72% dos israelitas com mais de 60 anos, ou seja, 19,5% da população, começado dar a segunda dose da vacina da Pfizer no domingo.

Esta rapidez foi conseguida negando a vacina aos palestinianos, sendo os cuidados médicos parte da responsabilidade de uma ocupação militar, denunciou a Amnistia Internacional.