Politica

Donald Trump enfrenta pela segunda vez pedido de impeachment

O documento foi apresentado pelos democratas e será votado no final desta semana.


Depois da invasão ao Capitólio na passada quarta-feira, o partido democrata norte-americano decidiu dar o passo em frente e entregar o documento de resolução de impeachment de Donald Trump.

No documento, os democratas acusam Trump de “incitar à insurreição”, após os ataques violentos que decorreram no Capitólio, na passada quarta-feira, em Washington D.C. "Deliberadamente fez declarações que encorajaram e previsivelmente resultaram em ação ilegal iminente no Capitólio. Incitada pelo presidente Trump, uma multidão violou ilegalmente o Capitólio, feriu policiais, ameaçou membros do Congresso e o vice-presidente, interferiu com o dever constitucional solene da Sessão Conjunta de certificar os resultados da eleição e envolveu-se em atos violentos, mortais, destrutivos e sediciosos atos.", pode ler-se no documento oficial do pedido de impeachment. 

O documento que poderá destituir Donald Trump, ainda antes de passar a presidência a Joe Biden, será votado no final desta semana.

Recorde-se que esta é a segunda vez que o Presidente norte-americano é enfrentado com uma possível destituição do cargo. Donald Trump é o primeiro Presidente da história dos Estados Unidos a enfrentar dois impeachment.