Politica

Ana Gomes diz que Presidente e Parlamento devem ponderar adiamento das eleições

Candidata a Belém partilhou vídeo nas redes sociais.

Ana Gomes disse, esta terça-feira, que o Presidente da República e o Parlamento devem ponderar o adiamento das eleições presidenciais devido à evolução da pandemia da covid-19.

Num vídeo partilhado no Twitter, a candidata presidencial disse que saiu "preocupada" da reunião com os especialistas, no Infarmed, que decorreu na manhã desta terça-feira. A candidata alertou para as previsões que apontam para o aumento de novos casos, óbitos e internamentos devido à covid-19 nos próximos dias, mas também para as “consequências” que a pandemia irá ter nas eleições, agendadas para o dia 24 de janeiro.

“Cabe ao Presidente da República e à Assembleia da República tirar consequências políticas desta situação”, defendeu Ana Gomes. “Imagino que devam ponderar a possibilidade do adiamento do ato eleitoral, eu não o desejo mas desde já declaro que não me oporei”, acrescentou.

A ex-eurodeputada destacou a importância da “segurança coletiva” no ato eleitoral, bem como a garantia de que todos os que “querem ir votar” o podem fazer.