Vinagrete

Ordem dos Médicos exagera

A Ordem dos Médicos tem neste aspecto uma autoridade excessiva, para ser assim desperdiçada, a fazer oposição ao Governo (coisa que não lhe compete), numa gritaria excessiva e de mau tom.

por Pedro d'Anunciação

A minha opinião é que a Ordem dos Médicos exagera. Já defendi várias vezes a vantagem de confiar nas autoridades numa luta séria como esta Pandemia, e que só no final da luta seria aceitável defender atitudes distintas das que se tomaram, salvo em casos muito gritantes. Também defendi que, se ‘a guerra é demasiado importante para se deixar apenas nas mãos dos militares’, uma Pandemia também ‘é demasiado séria para deixar apenas nas mãos de sanitários’, ainda por cima tão divididos (o que já será natural).

Ora a Ordem dos Médicos tem neste aspecto uma autoridade excessiva, para ser assim desperdiçada, a fazer oposição ao Governo (coisa que não lhe compete), numa gritaria excessiva e de mau tom. Rui Rio tem sido neste aspecto um melhor exemplo, apesar de se notar estar às vezes contrariado. Mas será sobretudo por alguma gente pouco preparada que tem no seu partido. À semelhança do tal cabeça de lista no Parlamento Europeu (que parece não ter a menor vergonha na cara), sempre ultrapassado em bom nome e melhores práticas por outro deputado do PSD, um tal José Manuel Fernandes, que dificilmente se entende não ser ele o cabeça de lista do partido.