Desporto

Andy Murray testou positivo à covid-19 e arrisca-se a perder torneio Grand Slam

Tenista escocês tinha voo marcado para Melbourne para as próximas horas, mas, por agora, ficará em Londres.

O tenista Andy Murray está infetado com covid-19 e corre o risco de falhar o Open de Austrália, o primeiro grande Grand Slam desta época.

Murray iria viajar nas próximas horas, num dos 18 aviões alugados pela organização do torneio, para Melbourne, e quando chegasse teria de realizar um período de quarentena obrigatório de 14 dias.

De acordo com a BBC e a Sky, o tenista escocês está em isolamento em Londres, sem sintomas e a aguardar pela autorização para viajar futuramente.

O primeiro Grand Slam, na Austrália, começa no dia 8 de fevereiro e poderá fugir das mãos de Andy Murray, que já venceu três torneios de Grand Slam na carreira.