Sociedade

Igreja suspende batismos, matrimónios e crismas

“Exigir de todos nós acrescida responsabilidade e solidariedade no seu combate, contribuindo para superar a crise com todo o empenho”, pede a Conferência Episcopal Portuguesa.

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) anunciou, esta quinta-feira, a suspensão de celebrações como batismos, matrimónios e crismas devido à “gravíssima situação de pandemia” que Portugal vive atualmente.

“Exigir de todos nós acrescida responsabilidade e solidariedade no seu combate, contribuindo para superar a crise com todo o empenho”, pede a Conferência Episcopal Portuguesa na nota divulgada no site oficial da entidade.

Por outro lado, a catequese "continuará em registo presencial onde for possível observar as exigências sanitárias", se tal não for possível cumprir, a atividade deverá acontecer “por via digital” ou ser cancelada. "Recomendamos ainda que outras atividades pastorais se realizem de modo digital ou sejam adiadas", acrescenta a nota da CEP.

Ao respeitar as medidas que serão implementadas já esta sexta-feira, o CEP diz que vai manter “as celebrações litúrgicas, nomeadamente a Eucaristia e as Exéquias, segundo as orientações da Conferência Episcopal Portuguesa de 8 de maio de 2020, emanadas em coordenação com a Direção Geral da Saúde”.