Desporto

Open da Austrália mantém-se com 47 tenistas confinados

A organização do evento não mudou as datas, apesar de 47 dos atletas terem sido obrigados a fazer confinamento.


Três pessoas testaram positivo à Covid-19 em dois voos que a organização do Open da Austrália fretou. Resultado? Várias pessoas, entre as quais 47 tenistas, foram colocadas em quarentena, sem possibilidade de sair para treinar.

O torneio joga-se entre 8 e 21 de fevereiro, em Melbourne. Craig Tiley, presidente da Federação Australiana de Ténis, garantiu que ainda assim o evento não seria adiado. "Todos sabíamos que havia um risco significativo com esta pandemia. Mas o Open da Austrália vai decorrer como planeado e vamos continuar a dar o nosso melhor para arranjar uma solução aceitável para esses jogadores", referiu Tiley.

Como solução, garantiu, poderá ser colocado material de treino nos quartos dos tenistas afetados. "Não estão descartados [de participar]. É evidente que neste estado não poderão preparar-se no court. Mas vamos tentar superar isso, vamos falar com os jogadores para ver o que podemos fazer", assumiu ainda.