Internacional

Gelados produzidos na China contaminados com covid-19

Os empregados estão a ser testados. 

As autoridades chinesas anunciaram, este domingo, que encontraram vestígios de covid-19 em gelados produzidos numa fábrica no leste da China. 

A fábrica Daqiaodao Food Co. situa-se em Tianjin, a 100 quilómetros de Pequim e já foi fechada. Neste momento, os empregados estão a ser testados, de acordo com a fonte citada pela agência de notícias Associated Press (AP). Grande parte dos 29 mil lotes de gelados ainda não tinham sido vendidos, tendo apenas 390 unidades vendidas em Tianjin sido recolhidas, segundo a fonte da AP.

Os ingredientes que faziam parte da receita eram leite em pó, importado da Nova Zelândia, e soro de leite em pó, da Ucrânia. 

É de mencionar que esta não é a primeira vez que se deteta vestígios do novo coronavírus na zona leste da China. Em 16 de dezembro, as autoridades chinesas encontraram vestígios em embalagens de carne de frango congelada de produção doméstica. 

A China também tem vindo a divulgar vestígios de SARS-coV-2 em embalagens de alimentos congelados provindos de vários países, nomeadamente do Brasil.