Desporto

Japão garante realização dos Jogos Olímpicos

O governo japonês e o Comité Organizador garantiram a preparação dos jogos, apesar do aumento de casos de covid-19 no mundo.


"Vamos preparar os Jogos, como prova de que a Humanidade ultrapassou o novo coronavírus”. Foram estas as palavras de Yoshihide Suga, primeiro-ministro japonês, no discurso de abertura de uma sessão parlamentar.

Na calha estará a adoção de “todas as medidas possíveis”, entre as quais poderá estar a diminuição do número de atletas envolvidos nas sessões de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos. O Comité Olímpico Internacional (COI) referiu, segundo o jornal japonês Yomiuri Shimbun, esperar que o número não supere os seis mil atletas.

Os atletas passam também a ver restrito o número de dias que poderão passar na Aldeia Olímpica, que terá unicamente em permanência os atletas que vão competir num prazo máximo de cinco dias. Estes atletas terão de sair, no máximo, dois dias após as suas competições.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 arrancam a 23 de julho, mas cada vez mais a situação pandémica global põe em causa a sua realização.