Desporto

Mais dois tenistas infetados no pré-Open da Austrália

Sobe para 10 o número de infeções entre tenistas que vão jogar o Grand Slam.


O Open da Austrália tem sido fustigado por diferentes casos de covid-19, desde aqueles encontrados nos aviões fretados pela organização, que obrigaram 72 tenistas a realizar uma quarentena estrita, sem direito a saídas para treinar.

Na quarta-feira, as autoridades anunciaram mais dois casos de tenistas que testaram positivo à covid-19, num total de 10 atletas que já foram infetados pelo novo coronavírus.

Fruto dos diferentes casos encontrados nos voos que trouxeram mais de 1200 pessoas para o torneio, jogadores e acompanhantes estão a realizar uma quarentena de 14 dias em confinamento, sem possibilidade de treinar, exceto aqueles que não tiveram contacto de risco nos voos, que têm a possibilidade de sair durante cinco horas ao dia para treinar.

O Open da Austrália é o primeiro Grand Slamn do ano, e começa a 8 de fevereiro, estendendo-se até dia 21 do mesmo mês.