Sociedade

"Este é o momento decisivo para pôr em marcha as decisões históricas dos últimos meses", diz António Costa

Na apresentação das prioridades da presidência portuguesa do Conselho Europeu, o primeiro-ministro considera "indispensável" que a União Europeia continue a "trabalhar coordenadamente" naquele que é o "maior desafio do pós-guerra".

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu esta quarta-feira que este “é o momento decisivo para pôr em marcha as decisões históricas dos últimos meses”. Na apresentação das prioridades da presidência portuguesa do Conselho Europeu, em Bruxelas, Costa disse ainda que “a primeira condição da recuperação [económica e social] é o sucesso do processo de vacinação”. 

“É tempo de agir”, afirmou. “Este é o momento decisivo para pôr em marcha, executar, concretizar as decisões históricas adotadas nos últimos meses. Estamos agora bem preparados para superar a pandemia e ultrapassar esta crise sem precedentes.” 

O primeiro-ministro aproveitou também o discurso no Parlamento Europeu para elogiar a estratégia adotada pela União Europeia na compra conjunta de vacinas, considerando “indispensável” que os países-membros continuem a “trabalhar coordenadamente” naquele que é o “maior desafio do pós-guerra”. 

"Só em conjunto venceremos o vírus, restabelecendo a plena liberdade de circulação e todo o potencial do mercado interno, mas também a indispensável solidariedade internacional para a erradicação da pandemia à escala global, seja nas nossas vizinhanças, em África ou na América Latina”, afirmou.