Politica

Costa dá prioridade à retoma

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou que a presidência portuguesa da União Europeia (UE) dará prioridade à retoma pós-pandemia, guiada pelos “motores das transições climática e digital”.

No Parlamento Europeu, em Bruxelas, António Costa defendeu, esta quarta-feira, que a prioridade “é a recuperação económica e social da Europa”.

António Costa defendeu que só é possível vencer esta crise “no conjunto da União”. É necessário “concluir os processos de ratificação da decisão de recursos próprios em todos os Estados-membros, votar o regulamento que foi já acordado e, finalmente, aprovar os 27 Planos Nacionais de Recuperação e Resiliência”, disse.

O primeiro-ministro defendeu ainda que o “sucesso do processo de vacinação” é a “primeira condição” para a recuperação da União Europeia. “Só em conjunto venceremos o vírus, restabelecendo a plena liberdade de circulação e todo o potencial do mercado interno, mas também a indispensável solidariedade internacional para a erradicação da pandemia à escala global, seja nas nossas vizinhanças, em África ou na América Latina”, afirmou.