Internacional

Explosão de edíficio em Madrid fez quatro mortos e 11 feridos. Padre entre as vítimas mortais

A explosão causou 11 feridos e quatro mortos, dos quais uma mulher de 85 anos que estava a caminhar perto do edíficio no momento do acidente e um padre que acabou por morrer no hospital.

A explosão de uma caldeira, esta quarta-feira, afetou violentamente, o prédio número 98 com sete andares, no coração da cidade de Madrid, em Calle de Toledo. Do incidente resultaram quatro vítimas mortais e 11 feridos.

Segundo a imprensa espanhola, a explosão ocorreu pouco antes das 15h00 locais (14h00 em Lisboa). Fontes policiais, citadas pelo El País, indicam que a explosão ocorreu quando técnicos verificavam a instalação de uma caldeira no prédio. No local estiveram 120 agentes especializados da Polícia Nacional espanhola.

Entre os mortos está uma mulher de 85 anos, que estava a caminhar perto do edíficio no momento do acidente, e um padre, que acabou por falecer no hospital sem conseguir resistir aos ferimentos.

Entre os feridos mais graves está um homem de 26 anos, que foi transferido para o Hospital de La Paz, um homem de 53 anos, com um traumatismo craniano, que está no Hospital Ramón y Cajal e ainda uma vítima de 29 anos que sofreu de uma fratura na perna.