Sociedade

Autarca de Reguengos recebe vacina contra a covid-19 sem pertencer a qualquer grupo prioritário

Coordenador do plano de vacinação diz que José Calixto “não deveria ter sido vacinado”.

O presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz tomou a vacina contra a covid-19, mesmo não pertencendo ao grupo prioritário, avançou o Expresso.

Confrontado com o caso, José Calixto justificou-se com o facto de ser o presidente da fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, que gere o lar com o mesmo nome, que registou um surto de covid-19 no verão, na sequência do qual morreram pelo menos 18 infetados.

Já o coordenador do Plano Nacional de Vacinação, Francisco Ramos, afirmou ao Observador que, como autarca, José Calixto “não deveria ter sido vacinado” e que “esteve mal” como membro de administração do lar.