Sociedade

Só na Região de Lisboa e Vale do Tejo morreram 111 infetados. Pior dia de óbitos por covid-19

Nas últimas 24h morreram 234 pessoas vítimas da covid-19. Foram também contabilizados 13.987 novas infeções: o segundo número mais alto desde o início da pandemia. 

Nas últimas 24 horas morreram 234 pessoas vítimas da covid-19. O número de óbitos continua a aumentar diariamente depois de ontem se terem registado 221 vítimas, na quarta-feira 219 e na terça-feira 218.

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde, foram também contabilizados 13.987 novos casos – um número apenas ultrapassado pelo recorde de 14.647 registado na passada quarta-feira.

O número de internados também continua a aumentar e a atingir recordes, havendo 5.779 infetados nos hospitais portugueses, mais 149 do que ontem. Desse total, 715 estão internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).

Lisboa e Vale do Tejo é novamente a região mais afetada, com 5.983 novos casos, seguida do Norte, com 4.270. No Centro há mais 2.670 infetados, no Alentejo 491 e no Algarve 459. Nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores há 84 e 30 novos casos, respetivamente. 

Além dos novos casos, Lisboa e Vale do Tejo também registou o maior número de vítimas mortais: foram 111. Segue-se a região Centro com menos de metade das mortes, 48, e o Norte com 46. No Alentejo morreram 19 pessoas e no Algarve, tal como ontem, morreram 8. Na região autónoma da Madeira morreram duas pessoas. Nos Açores não houve vítimas mortais. No total, já morreram 9.920 pessoas vítimas da covid-19.

Portugal ultrapassou esta sexta-feira a barreira dos 600 mil infetados, tendo detetado 609.136 casos desde o início da pandemia, 157.660 dos quais permanecem ativos. Entre as 00h e as 23h59 de quinta-feira, 7.319 pessoas recuperaram da doença, aumentando o total para 441.556. Há ainda 200.730 contactos em vigilância.

Consulte o boletim na íntegra