Politica

Marcelo: "Isto é um triunfo da democracia, ser possível votar apesar destas circunstâncias"

Presidente e candidato votou em Celorico de Basto.

O candidato e Presidente Marcelo Rebelo de Sousa já votou no edifício da União de Freguesias de Veade, Gagos e Molares, em Celorico de Basto. 

Marcelo disse saber que a votação “está a correr muito bem e que “tem havido “respeito pelas regras”.

“Sei que está a correr muito bem por todo o país, com distanciamento, respeito pelas regras sanitárias, paciência das pessoas nas filas”, disse.

“As pessoas podem escolher várias horas até ao encerramento das urnas e vir votar sem problema ou preocupação, que podia resultar do fluxo inesperado de há uma semana", recordou.

Marcelo disse ainda que tem um discurso preparado “para a derrota, para a vitória e para a segunda volta”.

"Encarei esta eleição sem nervosismo, era o que havia de ser. Os portugueses escolhem", confessou. "Com a minha idade, muitas eleições ganhas e perdidas, a pessoa habitua-se a tudo e está preparada para tudo. Tenho sempre preparado um discurso para a derrota, para a segunda volta e para a vitória”, revelou.

"Respeito todas as posições dos portugueses: os que não vão votar por medo da pandemia, porque não querem ou têm outras dificuldades, várias, de circulação. Apelo a que aqueles que possam votar, venham votar, ultrapassem os receios e os medos", apelou.

"Isto é um triunfo da democracia, ser possível votar apesar destas circunstâncias, nem a pandemia mais grave num momento muito grave conseguiu travar a democracia", destacou.

Recorde-se que concorrem às eleições sete candidatos - Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP), Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, João Ferreira (PCP e PEV) e Ana Gomes (PAN e Livre).