Sociedade

Portugal bate recorde diário de mortes por covid-19 e supera os seis mil doentes internados

Há mais de 169 mil casos ativos do novo coronavírus no país.

Portugal atingiu, pelo segundo dia consecutivo, um novo máximo diário de mortes por covid-19. De acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste domingo, nas últimas 24 horas morreram 275 pessoas devido ao novo coronavírus no país. O número de mortes mais elevado até então tinha sido registado ontem, quando foram reportados 274 óbitos.

O boletim deste domingo revela ainda que foram diagnosticados mais 11.721 novos casos, elevando para 636.190 o total acumulado de infetados no país. Destes, 10.469 não resistiram e acabaram por morrer devido à doença.

A região de Lisboa e Vale do Tejo voltou a ser a que concentrou o maior número de vítimas mortais da covid-19, tendo ocorrido 125 óbitos associados à doença nesta região. Segue-se o Norte, com 57 óbitos, o Centro, com 54, o Alentejo, com 30, e o Algarve, com oito. No arquipélago da Madeira ocorreu uma morte.

Por outro lado, a maior parte das novas infeções foram diagnosticadas no Norte, com 4.188 novos contágios. Em Lisboa e Vale do Tejo há mais 4.167 novos casos. Segue-se o Centro, onde foram diagnosticadas 2.219 novas infeções, o Alentejo, onde há mais 623 infetados e o Algarve, com mais 424 novos casos. Na Madeira foram identificadas mais 51 infeções e nos Açores mais 49.

O número de internados continua a aumentar e ultrapassou, pela primeira vez, a barreira dos seis mil. Há agora 6.117 doentes internados nos hospitais portugueses devido à covid-19, mais 195 do que ontem. Destes, 742, mais 22, estão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).

De realçar que nas últimas 24 horas mais 5.167 pessoas recuperaram da doença, elevando o total de recuperados para 456.491.

Neste momento, existem 169.230 casos ativos da doença e as autoridades de saúde têm sob vigilância 210.664 contactos.

Consulte aqui o boletim na íntegra.