Sociedade

PSP suspende gozo de férias dos polícias

O objetivo é aumentar a capacidade de fiscalização das medidas impostas no estado de emergência.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) anunciou esta segunda-feira a suspensão do gozo de férias dos agentes. O objetivo é aumentar a capacidade de fiscalização das medidas impostas no estado de emergência.

A direção nacional da PSP refere em comunicado que "suspendeu o plano de formação policial e o gozo de férias, tendo criado equipas policiais exclusivamente dedicadas à fiscalização” das medidas do estado de emergência, devido à covid-19.

Na semana passada, um despacho do diretor nacional daquela força de segurança determinava que fosse dada prioridade "à ação fiscalizadora do cumprimento das restrições" impostas pelo estado de emergência relativamente a outras ocorrências policiais. Assim, ponderava chamar agentes pré-aposentados, além de criar equipas com polícias que estão a exercer funções nos serviços administrativos.