Internacional

WhatsApp perde milhões de utilizadores devido às alterações dos termos de utilização

No início do ano, o WhatsApp avisou que iria compartilhar metadados para fins comerciais com o Facebook, a empresa que detêm esta aplicação de mensagens, de forma a modificar a política de privacidade.


A aplicação de mensagens WhatsApp perdeu milhões de utilizadores depois de anunciar alterações dos termos de utilização que acabaram por ser adiadas.

No início do ano, o WhatsApp avisou que iria compartilhar metadados para fins comerciais com o Facebook, a empresa que detêm esta aplicação de mensagens, de forma a modificar a política de privacidade.

Este anúncio levou a que milhões de pessoas começassem a instalar outras aplicações de mensagens, como o Signal e o Telegram.

A saída de milhões de utilizadores assustou o WhatsApp que decidiu assim adiar a implementação dos novos termos de utilização, programados para entrar em vigor a 8 de janeiro, e também criar uma campanha para esclarecer todas as mudanças que seriam feitas.

Nas primeiras três semanas de janeiro, a aplicação Signal ganhou cerca de 7,5 milhões de utilizadores no mundo e o Telegram mais de 25 milhões, indicou o jornal The Guardian.

Um dos responsáveis pelo WhatsApp na Europa explicou que a empresa acredita que o desaparecimento de utilizadores se deve às alterações dos termos de utilização. Niamh Sweeney, citada pelo jornal inglês, disse que a atualização tinha o objetivo de esclarecer e proporcionar uma maior transparência sobre as políticas já existentes na empresa.

"Não há mudanças nos metadados que partilhamos com o Facebook", admitiu. "Queremos deixar claro que a atualização da política não afeta a privacidade das vossas mensagens com amigos ou família", garantiu a aplicação."