Internacional

Youtube suspende funcionalidades do canal de Rudy Giuliani

O advogado de Trump deixou de receber receitas da venda de anúncios publicitários transmitidos antes de um vídeo começar a ser reproduzido. Em causa está a difusão de desinformação durante as eleições presidenciais.


O Youtube suspendeu esta terça-feira algumas funcionalidades do canal de Rudy Giuliani, advogado de Donald Trump, nomeadamente o programa de monetização de vídeos. A decisão surgiu após Giuliani violar as regras da plataforma de vídeo acerca de desinformação sobre as eleições nos Estados Unidos da América. 

O advogado deixou de receber receitas da venda de anúncios publicitários transmitidos antes de um vídeo começar a ser reproduzido, confirmou a plataforma à agência de notícias France-Presse (AFP).

Após as eleições presidenciais de 3 novembro, o advogado alimentou várias teorias da conspiração de que a campanha e os resultados foram manipulados a favor do adversário de Donald Trump, Joe Biden. Através do Youtube, o ex-mayor, de Nova Iorque, acusou as máquinas eleitorais da Dominion Voting Systems de ajudarem "a roubar eleição" ao antigo Presidente, tendo sido processado por difamação.