Vida

Evan Rachel Wood acusa Marilyn Manson de abusos graves e lavagem cerebral

Atriz chegou a cortar os pulsos para parar com abusos, que terão começado quando era adolescente.


A atriz Evan Rachel Wood revelou, esta segunda-feira, no Instagram pormenores da relação abusiva que manteve com o músico Marilyn Manson.

Evan Rachel Wood já tinha confessado que tinha sobrevivido a abusos graves numa relação, mas até aqui não tinha revelado o nome do abusador. Na altura, chegou mesmo a admitir que cortava os pulsos como forma de pôr fim aos abusos, mas que isso só evitava temporariamente os ataques.

Agora, a atriz revelou finalmente o nome, de que muitos já suspeitavam.

"O nome do meu abusador é Brian Warner, conhecido como Marilyn Manson. Começou a assediar-me quando era adolescente e abusou de uma forma horrível de mim. Sofri uma lavagem cerebral e fui manipulada à submissão. Acabou o viver constantemente com medo de retaliação, de calúnia ou de chantagem”, começou por contar a atriz.

"Estou aqui para expor este homem perigoso e chamar à responsabilidade as muitas indústrias que o legitimaram, antes que este arruíne mais vidas”, disse. "Estou ao lado das muitas vítimas que nunca mais vão ficar em silêncio".

Marilyn Manson ainda não fez qualquer comentário às acusações da atriz.