Vida

O Sexo e a Cidade está de volta sem Samantha, mas com covid-19

Sarah Jessica Parker afirmou que a narrativa de "And Just Like That" irá "obviamente" abordar a covid-19. A opinião do público divide-se.


A série que conta a vida atual do clã de "O Sexo e a Cidade", "And Just Like That", não vai ter a presença de uma das personagens mais queridas do público: Samantha Jones. No entanto, a narrativa irá "obviamente" abordar a covid-19, afirmou Sarah Jessica Parker. A opinião do público divide-se.

Em entrevista para a Vanity Fair, a atriz que dá vida a Carrie Bradshaw afirmou que a pandemia de covid-19 irá ser retratada na séria. "[A pandemia] obviamente fará parte da narrativa, porque esta [Nova Iorque] é a cidade onde as personagens vivem. E como é que se muda os relacionamentos uma vez que os amigos desaparecem? Tenho fé de que os novos argumentistas vão examinar isso tudo".

Após as declarações de Sarah Jessica Parker, não tardaram a chegar as críticas dos fãs. "Ninguém quer ver a covid na televisão, especialmente porque ainda não acabou", lê-se no Twitter. "Há duas coisas erradas: 1. O Sexo e a Cidade não é o mesmo sem Samantha e 2. NINGUÉM QUER A COVID NO ENTRETENIMENTO. Queremos escapar, não ser forçados a enfrentá-la constantemente", afirmou outro fã. 

Por outro lado, há quem defenda a inclusão da pandemia na série. "Nova Iorque teve mais de 40 mil mortes por covid. Havia corpos colocados em camiões à porta dos hospitais. Foi um assunto bastante importante. Porque é que não haveriam de o incluir na série?", disse um fã. "Seria mais estranho se a ignorassem [à covid]", disse outro.