Politica

Nomeação. Bloco diz que Cabrita não tem condições para se manter no cargo

Líder parlamentar do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, diz que o Ministério da Administração Interna "já não é um ministério", após nomeação polémica da ex-diretora do SEF.

A nomeações da ex-diretora-geral do SEF para assessorar aquela estrutura no processo de revisão das regras dos vistos gold, está a gerar uma onda de choque na classe política.

“A incompetência compensa: a contratação da ex-diretora do SEF é imagem de um Governo que não leva a sério o país. O MAI já não é um ministério. Se o tínhamos dito antes, agora é incontornável: Eduardo Cabrita não tem condições para se manter no cargo”, escreveu o líder parlamentar do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, no Twitter, depois da nomeação ter sido noticiada pelo DN. Mais, o BE quer ouvir o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, sobre este caso, bem como sobre a reestruturação do SEF. De realçar que Cristina Gatões foi exonerada nove meses depois da morte do cidadão ucraniano  Ihor Homeniuk.

O deputado único do Chega André Ventura também exige um esclarecimento cabal sobre esta nomeação e questiona o Ministério da Administração Interna sobre os critérios desta nomeação. Também na rede social Twitter, o eurodeputado do PSD Paulo Rangel considerou o caso “revoltante”. “Isto é simplesmente inaceitável! É mesmo revoltante! Alguém tem de mostrar ao Ministro Cabrita que tem de haver decoro e respeito. Nem, ao menos, um período de nojo?”, atirou Rangel.