Economia

Eurostat. Vendas a retalho recuaram 1,2% na zona euro e 0,8% na UE em 2020

No que diz respeito a Portugal, as vendas a retalho em dezembro de 2020 apresentaram recuos de 3,9%, em comparação com dezembro do ano anterior, e 0,4%, face ao mês de novembro de 2020.

O volume das vendas a retalho recuou em 2020 face ao ano anterior 1,2% na zona euro e 0,8% na União Europeia (UE), segundo dados divulgados esta quinta-feira pelo Eurostat.

Em dezembro de 2020, o índice de vendas a retalho aumentou 0,6% na zona euro e 0,5% na UE face ao mesmo mês do ano anterior. Em comparação com novembro, as vendas a retalho avançaram, respetivamente, 2,0% e de 1,4%,

No que diz respeito a Portugal, as vendas a retalho em dezembro de 2020 apresentaram recuos de 3,9%, em comparação com dezembro do ano anterior, e 0,4%, face ao mês de novembro de 2020.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, entre os Estados-membros para os quais há dados disponíveis, os maiores aumentos homólogos no volume do comércio a retalho foram registados na Irlanda (11,1%), França (9,1%) e Estónia (5,9%) e as principais quebras foram observadas na Eslovénia (-13,3%), Bulgária (-12,0%) e Holanda (-5,7%).

Já na variação em cadeia, os maiores avanços no volume do comércio a retalho foram observados em França (22,3%), na Bélgica (15,9%) e na Irlanda (11,4%) e os recuos mais acentuados na Holanda (-10,9%), Alemanha (-9,6%) e Dinamarca (-8,0%).