Sociedade

Hospitais da região Centro com taxas de ocupação em enfermaria a rondar os 90%

Nas Unidades de Cuidados Intensivos, a taxa de ocupação nos hospitais do Centro situa-se nos 85%.


Os hospitais da região Centro estão com uma taxa de ocupação de 89% em enfermaria para doentes covid-19 e 85% em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), segundo dados da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).

"O número total de camas Covid é hoje [às 24h00 de quarta-feira] de 1.566 (menos oito camas em enfermaria que no dia 2). As taxas de ocupação nas enfermarias Covid e UCI (Unidade Cuidados Intensivos) Covid nos hospitais da região [excluindo o Hospital de Ovar] é de 89% e 85% respetivamente", disse a ARSC à agência Lusa.

A Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda é a que inspira mais preocupação em enfermaria, tendo uma taxa de ocupação de 99%,. Segue-se o Centro Hospitalar Tondela – Viseu com 96%, a ULS de Castelo Branco com 95%, o CHUC - Centro Hospitalar Universitário de Coimbra com 94% e o Centro Hospitalar e Universitário da Cova da Beira com 90%. O Hospital Distrital da Figueira da Foz e o Centro Hospitalar de Leiria têm ambos uma taxa de ocupação de 81% e o Centro Hospitalar do Baixo Vouga tem uma taxa de 72%.

Em termos de internados em UCI, o CHUC lidera a lista com uma taxa de 93%, segue-se o Centro Hospitalar de Leiria com 90%, o Centro Hospitalar Tondela – Viseu com 82%, a ULS da Guarda com 81%, o Centro Hospitalar do Baixo Vouga com 80%, a ULS de Castelo Branco com 75% e, por fim, o Centro Hospitalar e Universitário da Cova da Beira com 67%.

Segundo a ARSC, há atualmente 1.385 doentes internados em enfermarias na região Centro, 134 dos quais em UCI.