Politica

Pela primeira vez, António Costa não vai dar tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval

Também os alunos deverão estar em regime de ensino à distância, num altura em que normalmente seria de interrupção letiva.

“A tolerância de ponto visa permitir às pessoas participar em festividades e celebrações que este ano não existirão tendo em conta o atual contexto do país", admitiu uma fonte do Governo à agência Lusa. Esta é a primeira vez, enquanto primeiro-ministro, que António Costa não irá atribuir a terça-feira de Carnaval à função pública.

De momento, tudo aponta para que o estado de emergência seja novamente renovado por mais 15 dias, até ao dia 1 de março, e deverá manter as medidas de recolhimento domiciliário obrigatório e o encerramento de inúmeras atividades para travar o contágio da covid-19 no país.

Ainda, de acordo com o Governo, no próximo dia 16 de fevereiro, os alunos deverão estar em regime de ensino à distância, num altura em que normalmente seria de interrupção letiva. Na próxima segunda-feira, começa pela segunda vez este sistema de aulas online.