Desporto

Palmeiras enfrenta Tigres na primeira meia-final do Mundial de Clubes

A equipa treinada por Abel Ferreira enfrenta os mexicanos do Tigres UANL, à procura de um lugar na final deste campeonato intercontinental.


Passada a euforia associada à vitória na Taça Libertadores, é agora tempo de Abel Ferreira olhar para uma nova possibilidade de celebração: o Mundial de Clubes da FIFA. É a estreia do clube nesta competição.

Quatro equipas estão neste momento na luta pelo título, os brasileiros do Palmeiras, os mexicanos do Tigres UANL, os egípcios do Al-Ahly e os alemães do Bayern de Munique.

No domingo, pelas 18h00, a equipa treinada por Abel Ferreira luta por um lugar na final, e não parece estar na sua melhor forma: apesar de ter vencido a Taça Libertadores, há quatro jornadas que não vence uma partida na liga, tendo acumulado apenas mais dois pontos.

O estádio Cidade da Educação, em Doha, no Catar, onde o Palmeiras irá jogar contra o Tigres, foi inaugurado em junho, e é um dos mais modernos do mundo, servindo como um dos palcos do Mundial de futebol, em 2022. A maior inovação neste estádio é o ar condicionado por todo o relvado, que ajuda a refrescar os jogadores num local onde as temperaturas podem subir até aos 50º C nos dias de verão, bem como nos lugares onde estariam presentes os adeptos. Ainda assim, não se espera que venha a ser utilizado nas partidas do Palmeiras, já que as temperaturas se mantêm mais amenas nestes meses.

Na outra meia final, na segunda-feira, o Al-Ahly enfrenta os gigantes do Bayern de Munique, numa partida que dá um forte favoritismo aos alemães, que venceram este campeonato em 2013, para além dos títulos na Taça Intercontinental, em 1976 e em 2001.