Politica

Rui Rio falhou na unificação do PSD

“Quadros de enorme qualidade e relevo no PSD que estão absolutamente esquecidos”, afirmou Miguel Pinto Luz.


Miguel Pinto Luz lamenta que tenha ficado por fazer “a unificação do PSD” e aponta o dedo a Rui Rio por não valorizar figuras do partido como Luís Montenegro, Maria Luís Albuquerque, Miguel Relvas ou José Eduardo Martins.

Um ano depois de ter disputado a liderança do partido, Miguel Pinto Luz afirmou, em declarações à TSF, que há “quadros de enorme qualidade e relevo no PSD que estão absolutamente esquecidos”.

Miguel Pinto Luz lamenta que o PSD não consiga ser o porta-voz das pessoas que atravessam “um drama único” por causa dos efeitos da pandemia na economia, dando o exemplo das empresas familiares ou dos trabalhadores independentes.

“São famílias que hoje atravessam um drama único e que precisavam de um porta-voz. Esse porta-voz tinha de ser o PSD e o PSD não o tem feito”. Para Miguel Pinto Luz, o PSD tem sido “um catalisador da ascensão dos partidos de nicho que vão abanando o sistema democrata liberal”, porque não conseguiu mostrar que “há soluções diferentes”.

O autarca de Cascais desafia Rui Rio a “convocar os melhores” para as eleições autárquicas deste ano. “Vejo como muito positiva esta vontade do líder de encontrar os melhores para esta batalha”, disse.