Internacional

Variante britânica do coronavírus vai "varrer o mundo"

Especialista prevê que aquela estirpe se torne dominante.

A responsável pelo programa de vigilância genética do Reino Unido, Sharon Peacock, diz que a variante britânica do novo coronavírus "varreu o país" e que "muito provavelmente, vai varrer o mundo".

Em declarações à BBC, a especialista adiantou que o trabalho de sequenciamento de variantes que a sua equipa está a desenvolver deverá levar pelo menos mais 10 anos.

"Assim que consigamos controlar o vírus e as suas mutações, que acontecem por ser virulento (e que causam doença), aí podemos parar de nos preocupar. Mas acho que, olhando para o futuro, vamos fazer isto durante anos. Ainda vamos estar a fazer isto [sequenciamento do vírus] daqui a 10 anos, na minha opinião", afirmou.

Sublinhe-se que a chamada variante britânica do SARS-CoV2 já foi identificada em mais de 50 países, tendo aliás sido responsável pelo endurecimento das medidas contra a covid-19 em muitos deles, por ser considerada mais contagiosa.