Internacional

UE vai acelerar autorizações das vacinas contra as novas variantes do SARS-CoV-2

A Comissão Europeia tem sido acusada de lentidão na gestão da pandemia, nomeadamente no início das campanhas de vacinação.


A União Europeia (UE) vai acelerar os procedimentos de autorização das vacinas melhoradas contra as novas variantes do novo coronavírus.

"Analisamos com a Agência Europeia do Medicamento os procedimentos e decidimos que, doravante, se houver uma vacina melhorada por um fabricante para lutar contras as novas variantes com base numa vacina já existente" e certificada "não haverá a necessidade de passar por todas as etapas da autorização", disse Stella Kyriakides, comissária europeia da Saúde, em entrevista ao diário alemão Augsburger.

Segundo a responsável, desta forma será "mais rápido" ter vacinas à disposição, "sem que sejam afetados os critérios de segurança".

De realçar que a Comissão Europeia tem sido acusada de lentidão na gestão da pandemia, nomeadamente no início das campanhas de vacinação. Em causa estão os procedimentos de certificação das primeiras vacinas, considerados muito longos em comparação com outros países.

A comissária admitiu que não está “satisfeita” com a atual situação, mas considera que não é correto destacar apenas os “erros”.

"É errado afirmar que apenas cometemos erros", disse, lembrando que a UE conseguiu garantir o fornecimento para 700 milhões de doses de vacinas até ao fim do terceiro trimestre deste ano.