Sociedade

Portugal regista o valor mais baixo de novos casos em mais de um mês e o número de mortes mais baixo desde 11 de janeiro

Número diário de novos casos é o mais baixo em sete semanas e número de internamentos desceu pelo sexto dia consecutivo, algo que não acontecia desde maio. 


Portugal registou 1.677 novos casos de covid-19 e 138 mortes associadas à doença, nas últimas 24 horas. De acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste domingo, o país soma agora um total acumulado de 785.756 infetados e 15.321 vítimas mortais desde o início da pandemia.

O número de novos casos registado este domingo é o mais baixo desde o início do ano. Apenas a 26 de dezembro se tinham registado 1.214 novos casos e a 27 de dezembro 1.577 – altura em que o número de testes realizados foi mais baixo do que o habitual. Antes disso, apenas a 20 de outubro, se registou um número de novos casos tão baixo, quando foram diagnosticados 1.876 casos de infeção. Também o número de mortes é o mais baixo desde 11 de janeiro, data em que foram reportados mais 122 óbitos por covid-19 no país.

Dos 1.677 novos casos, 708 foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo. Segue-se o Norte com 584 novos contágios, o Centro com 245, o Alentejo com 58 e o Algarve com 49. Na Madeira há mais 27 infetados e nos Açores mais seis.

Quanto aos óbitos das últimas 24 horas, 75 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 27 no Centro, 20 no Norte, 11 no Alentejo e cinco no Algarve. Nos arquipélagos não se registou qualquer morte associada à doença.

Já o número de internamentos desceu pelo sexto dia consecutivo, algo que não acontecia desde maio, quando os internados nos hospitais chegaram a baixar durante oito dias consecutivos. Há agora 4.826 doentes com covid-19 nos hospitais portugueses, menos 24 do que ontem. Destes, 795, menos oito, estão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). O número de doentes em UCI não ficava abaixo dos 800 desde 28 de janeiro.

Nas últimas 24 horas, mais 3.791 pessoas foram dadas como recuperadas, atualizando o número total de pessoas que venceram a doença para 665.316.

Atualmente existem 105.119 casos ativos, menos 2.252 do que ontem, e as autoridades de saúde têm sob vigilância 139.402 contactos.

Consulte aqui o boletim na íntegra.