Politica

Chega vai fazer três convenções em março

“O objetivo principal é conseguir concorrer em todos os 308 municípios, mas Conseguir conquistar alguma câmara municipal é muito difícil, temos consciência disso”. 

O Chega vai organizar três convenções autárquicas em março, para formar dirigentes e militantes, recusando quaisquer coligações nas eleições locais porque quer constar de “todos os boletins”, revelou o vice-presidente do partido Nuno Afonso.

“O objetivo principal é conseguir concorrer em todos os 308 municípios, mas Conseguir conquistar alguma câmara municipal é muito difícil, temos consciência disso”. 

"Depois de termos conseguido presença na Assembleia da República [deputado único desde outubro de 2019] e de já sermos a terceira força política nacional, segundo as sondagens, após a grande campanha a Belém do presidente [do partido], André Ventura, agora, queremos ter real implantação em todo o país, com vereadores e deputados municipais", declarou o arquiteto de 45 anos.