Internacional

Sondagem à boca das urnas dá vitória aos independentistas na Catalunha

A sondagem da TVE e as televisões autónomas (Forta) projetam um parlamento fragmentado, com até nove partidos.

Os resultados eleitorais na Catalunha começam lentamente a ser publicados, e uma sondagem publicada pela TVE e pelas televisões autónomas (Forta) revela que o Esquerra Republicana de Catalunya (ERC) poderá vencer entre 36 e 38 lugares no parlamento, ao passo que o Partido Socialista Catalão (PSC) fica pelos 34-36.O Junts per Catalunya (JxCat) revela uma leve diminuição de possíveis lugares no parlamento, apontando a sondagem para um resultado entre 30 e 33.

Este poderá ser um parlamento cheio de diferentes cores políticas, com as sondagens a apresentar entre oito e nove possíveis partidos a serem eleitos.

Segundo as primeiras estimativas, citadas pelo jornal espanhol ABC, a abstenção nestas eleições terá aumentado perto de 20 por cento, e às 18h00 (17h00 em Portugal) a afluência às urnas não ultrapassava os 45%, segundo garante o jornal espanhol El Mundo, não alterando a representação dos partidos tradicionais, mas aumentando o peso das instituições mais extremistas, com o Vox, que poderá estrear-se no parlamento catalão a atingir entre 6 e 7 lugares, e a Candidatura de Unidade Popular (CUP) a aumentar a representação no parlamento catalão de quatro para sete lugares.

O maior perdedor da noite poderá ser, segundo os resultados avançados pela TVE, o Ciudadanos, que neste momento tem 36 lugares no parlamento catalão (num total de 135), e, nestas eleições, poderá arrecadar apenas entre 6 e 7. O Partido Popular, que na Catalunha não tem grande expressão, aponta para quatro lugares.

Estes resultados iniciais poderão significar que os três partidos independentistas (ERC, Junts e a CUP) poderiam arrecadar entre 73 e 78 deputados, aumentando em relação aos atuais 70, sendo que são necessários 68 lugares para ter maioria. Do outro lado, o PSC, o ERC e "os comunes", do Catalunya em Comú, poderiam juntos arrecadar entre 76 e 81 lugares. A opção, no entanto, será improvável, com as formações independentistas a ter assinado recentemente um "cordão sanitário" contra coligações com o PSC.