Sociedade

Mais de 4,6 milhões de máscaras de proteção contra a covid-19 apreendidas no Seixal

Destacam-se 338.550 de máscaras de uso comunitário para crianças.

A Unidade Regional do Sul da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica procedu a uma fiscalização de um distribuidor do Seixal, tendo detetado e apreendido máscaras de uso comunitário e equipamentos de proteção individual irregulares.

"Todos os modelos analisados e apreendidos apresentavam irregularidades ao nível da rotulagem, nomeadamente, a falta de tradução para língua portuguesa, a falta de identificação do importador e do responsável pela colocação do produto no mercado, a indevida marcação "CE" e a falta de declarações de conformidade/certificados que atestem a segurança dos produtos", lê-se no comunicado da ASAE, relativo à operação de fiscalização.

Ao todo foram apreendidas 4.662.945 máscaras, incluindo máscaras de uso comunitário e EPI, de doze modelos diferentes, todas importadas. Sublinhe-se que do total de máscaras apreendidas, 338.550 eram de criança, num valor total aproximado de cerca de 458 mil euros.

Até ao momento, foram apreendidas mais de 9 milhões de máscaras por irregularidades diversas, indica ainda a nota daquela autoridade.