Vida

Gato morre a salvar duas crianças da cobra mais venenosa da Austrália

Arthur estava no quintal com as crianças quando a cobra se aproximou, lutaram e o animal de estimação acabou por ser mordido antes de matar a cobra.


Um gato de uma família em Queensland, na Austrália, morreu a proteger duas crianças de uma cobra, a mais veneosa do país.

O herói de quatro patas, como é chamado pela imprensa, encontrava-se junto às crianças que estavam a brincar no quintal quando uma cobra, Pseudonaja textilis, se aproximou. Foi então que o gato, segundo uma publicação do Animal Emergency Service, não hesitou e atacou o perigoso animal, antes que esta fizesse mal às crianças.

“Infelizmente, durante a luta, Arthur [o gato] foi mordido”, lê-se no mesmo post.

O veneno desta cobra está classificado como o segundo mais tóxico do mundo, podendo causar paralisia e interromper a coagulação do sangue, o que provoca o colapso da vítima em poucos minutos.

Apesar de ter colapsado, Arthur recuperou rapidamente a consciência e a família acabou por não se aperceber que o animal de estimação tinha sido mordido pela cobra. Só na manhã seguinte ao incidente, quando o gato voltou a ‘desmaiar’, é que se aperceberam da mordidela.

Arthur ainda foi levado para o hospital veterinário, mas a sua condição era tão grave que não resistiu.

“A família, compreensivelmente devastada, lembra-se dele com carinho e é eternamente grata por ele ter salvado a vida das crianças. Arthur estava sempre a meter-se em traquinices; Já nos havia visitado antes e era muito querido para a nossa equipa”, disse o serviço de atendimento veterinário de emergência, citado pelo Independent.