Internacional

França aplica multa de 1,1 milhões de euros à Google por práticas comerciais enganosas

Em causa está o facto de a gigante tecnológica ter criado e exibido uma classificação de estrelas de hotéis segundo os seus critérios.


França aplicou uma multa de 1,1 milhões de euros à Google por práticas comerciais enganosas. Em causa está o facto de a gigante tecnológica ter criado e exibido uma classificação de estrelas de hotéis segundo os seus critérios, em vez de seguir as recomendações da Agência de Desenvolvimento Turístico francesa.

"Fizemos compromissos com a Direção-Geral da Concorrência, Consumo e Repressão da Fraude francesa (DGCCRF) e fizemos as alterações necessárias para refletir apenas a classificação francesa dos hotéis nos motores de busca e mapas Google", avançou um porta-voz da empresa à agência EFE.

A Agência de Desenvolvimento Turístico, controlada pelo Estado francês – Atout, é a responsável pela atribuição das estrelas dos hotéis, sendo que, em 2019, o Ministério Público (MP) abriu uma investigação à Google após vários hoteleiros se queixarem de uma classificação enganosa dos alojamentos.

Em comunicado, esta segunda-feira divulgado à imprensa francesa, a DGCCRF avançou que a investigação "demonstrou o caráter enganador da classificação dos hotéis pelo gigante da Internet, em particular no seu motor de busca" e que a Google Irlanda e a Google França corrigiram as suas práticas e concordaram pagar 1,1 milhões de euros como compensação, após um acordo com o MP de Paris.

A investigação provou que, em 30% dos casos, a classificação apresentada pela Google no motor de busca não correspondia à classificação atribuída pela Atout.