Internacional

Nova polémica no Brasil: Idosos estão a ser vacinados com 'doses de ar'

Profissionais de saúde apenas fingiam vacinar, casos foram denunciados por familiares que filmaram as simulações. Veja os vídeos apresentados como prova.

DR  

O Brasil está a braços com uma nova polémica, desta vez a envolver a vacinação contra a covid-19, nomeadamente de idosos. Em várias cidades têm surgido denúncias de que em muitos casos os profissionais de saúde apenas fingem vacinar as pessoas, nalgumas situações encostam a agulha, noutras espetam mas não injetam o liquido e ainda noutras a seringa está vazia e apenas é injetado uma ‘dose de ar’, como tem relatado na imprensa brasileira.

No Rio de Janeiro, as famílias de três idosos, pelo menos, registaram o momento em que parecia que a seringa estava a ser injetada sem nada no interior e partilharam o vídeo nas redes sociais.

Em Niterói, a agulha foi inserida no idoso, mas o líquido não foi injetado. Já em Petrópolis, uma profissional de saúde injetou uma ‘dose de ar’ com uma seringa vazia no braço de uma idosa de 94 anos e o familiar que a acompanhava reparou e pediu outra vacina, mesmo assim, a segunda também não teria líquido. 

Depois de várias denuncias, vários profissionais de enfermagem de Niterói e de Petrópolis foram afastados pela prefeitura do estado do Rio de Janeiro. Mais tarde, os idosos foram devida e corretamente vacinados com uma dose do fármaco certo e não com ar.

As autoridades detetaram as irregularidades na vacinação e a secretaria municipal de Saúde do Rio pediu para que, em caso de dúvida sobre a administração da vacina contra a covid-19, os familiares questionasse imediatamente os profissionais de saúde.

A falsa vacinação não aconteceu apenas no estado do Rio, mas em pelo menos mais outros três pontos do Brasil: Goiânia, Maceió e Salto. Neste último local, que se situa em São Paulo, foi a própria profissional de saúde que denunciou a situação.

Veja os vídeos