Politica

Mamadou Ba ataca Nuno Melo: "É um marialva trafulha que mente com todos os dentes" e um "cobardola"

Em causa está a polémica à volta de Marcelino da Mata. Para Mamadou Ba, Nuno Melo “revelou o verdadeiro fascitoide que é” no debate.


O ativista da SOS Racismo Mamadou Ba fez duras críticas, num post no Facebook, a Nuno Melo, na sequência de um debate transmitido pela TVI, que contou com a presença do eurodeputado do CDS-PP, no qual se abordou a polémica à volta da figura do tenente-coronel Marcelino da Mata, o militar mais condecorado do Exército português que morreu na semana passada.

“Há pouco, na TVI [quarta-feira à noite], houve basicamente um debate entre o CDS (representado pelo Sebastião Bagulho e pelo inefável Nuno Melo) e o SOS Racismo, na pessoa da Joana Cabral”, começou por escrever Mamadou Ba.

“Sebastião Bagulho manteve uma certa urbanidade e alguma probidade, mas no fim, não resistiu à desonestidade intelectual da leitura literal das minhas posições. O que não é de todo inocente, vindo de um dos mais promissores ideólogos da direita higiénica”, sublinhou o ativista,

Mamadou Ba deixou, no entanto, as críticas mais ferozes para o eurodeputado do CDS: “Quanto ao Nuno Melo, foi igual a si próprio, ou seja, um marialva trafulha que mente com todos os dentes. Ainda assim, mostrou-se um cobardola que, ao mesmo tempo que exaltava a coragem do criminoso de guerra”.

E continuou no mesmo tom: “E, a dada altura, revelou o verdadeiro fascitoide que é, quando falou nas ‘pessoas de bem’, copiando o Ventura. Assina assim a certidão de óbito do CDS, entregando o espólio que resta ao chega”.

Recorde-se que as declarações de Mamadou Ba sobre Marcelino da Mata, a quem o ativista chama de “sanguinário” e “criminoso de guerra”, geraram polémica, além de terem levado à criação de uma petição, que conta já com mais de 25 mil assinaturas, para a expulsão do ativista do país.