Internacional

Rússia sem capacidade de resposta para procura da vacina Sputnik V

O Kremlin já propôs a outros países a produção da vacina russa, para aumentar a sua capacidade de resposta.

A Rússia afirmou, esta quinta-feira, que a "procura da vacina russa", a Sputnik V, "é tão elevada que excede consideravelmente a capacidade de produção".

"A procura da vacina russa no estrangeiro é realmente muito elevada. Tão elevada que excede consideravelmente a capacidade de produção", disse, em conferência de imprensa, o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, sublinhando que "a campanha nacional de vacinação é a prioridade" do governo e que "todas as capacidades de produção foram mobilizadas e, em primeira instância, trabalham para o mercado interno".

O Kremlin já propôs a outros países a produção da vacina russa, para aumentar a sua capacidade de resposta e, segundo o diretor do Fundo Russo de Investimentos Diretos, já foram fechados contratos com 15 farmacêuticas de 10 países, que irão produzir 1,4 mil milhões de doses. 

Segundo as autoridades russas, 27 países na Europa, América Latina, Médio Oriente, África e Ásia registaram oficialmente a vacina Sputnik V.