Sociedade

Fenprof avisa que milhares de alunos podem ficar sem aulas se professores aderirem ao apoio à família

"Se os professores com filhos até 10 anos puderem ficar a tomar conta deles, estamos a falar de milhares de professores que deixam de dar aulas", sublinha Mário Nogueira.


A Fenpof alertou, esta sexta-feira, que milhares de alunos poderão ficar sem aulas caso os professores com filhos pequenos optem por requerer a assistência à família, apoio aprovado na quinta-feira em Conselho de Ministros, que permite suspender temporariamente a sua atividade.

Os pais de crianças que frequentem a creche, o pré-escolar ou o 1.º ciclo e que se encontrem em teletrabalho também vão poder optar entre manter-se a trabalhar ou requerer o apoio.

“Se os professores com filhos até 10 anos puderem ficar a tomar conta deles, estamos a falar de milhares de professores que deixam de dar aulas", sublinhou o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, em declarações à Lusa.