Sociedade

PSP já cobrou mais de cem mil euros em multas de violação ao Estado de Emergência

Segundo a PSP, encontram-se atualmente concluídos cerca de mil processos contraordenacionais - aproximadamente 10% do total de autos levantados em Portugal Continental.

Desde janeiro, a PSP já cobrou cerca de 102 mil euros em contraordenações levantadas a quem violou as regras de confinamento impostas devido à covid-19.

De acordo com dados da força de segurança, citados pela agência Lusa, até esta quinta-feira, a PSP registou 9.141 autos de contraordenação às regras do estado de emergência, 7.969 dos quais em Portugal continental e 1.172 nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

Segundo a PSP, encontram-se atualmente concluídos cerca de mil processos contraordenacionais - aproximadamente 10% do total de autos levantados em Portugal Continental - tendo sido cobrados cerca de 102 mil euros.

Recorde-se que, Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, disse na Assembleia da República, esta semana, que as forças de segurança já aplicaram, no âmbito do estado de emergência, 13.300 contraordenações em janeiro e fevereiro. Um número que contrasta com o total do ano de 2020 - 5.000.