Sociedade

Proteção Civil alerta para "cheias relâmpago" em zonas urbanas

Inundações rápidas em que as pessoas não tenham hipótese de se movimentar e fugir delas.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alertou, este sábado, para a possibilidade de ocorrência de "cheias relâmpago" em zonas urbanas devido à subida do nível dos rios, disse aos jornalistas o adjunto de operações nacional Sérgio Trindade.

"Prevê-se que possa haver a ocorrência de cheias relâmpago, muito rápidas, em zonas urbanas que façam inundações rápido e em que as pessoas não tenham hipótese de se movimentar e fugir delas", disse aos jornalistas o responsável, na sede da ANEPC.

Sérgio Trindade adiantou que situações de cheias poderão também ocorrer em zonas historicamente afetadas, como Águeda (distrito de Aveiro), o rio Vez (Viana do Castelo), e nas bacias hidrográficas dos rios Minho, Lima (Viana do Castelo) ou Sorraia (Santarém).

Sublinhe-se que o IPMA colocou sob aviso laranja 13 dos 18 distritos de Portugal Continental, incluindo toda a costa do país, e a amarelo cinco distritos do interior devido ao mau tempo.