Internacional

Merkel admite que União Europeia vai ter passaporte de vacinação Covid-19 "até ao verão"

A Comissão Europeia tem, a partir de agora, três meses para definir as condições do sistema, e os líderes dizem que este poderá estar em ativo “nos próximos meses” e “para o verão”, explicou Merkel


A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, admitiu, esta quinta-feira, que os países europeus estão a pensar em instaurar “para o verão” um passaporte de vacinação da covid-19 para viabilizar as viagens dentro do território da União Europeia (UE).

Na conferência de imprensa sobre a reunião virtual dos lideres da UE, a chanceler indicou que todos os estados-membros estão de acordo com o desenvolvimento de um sistema que possibilite compatibilizar os diferentes passaportes de vacinação que estão a ser preparados pelos 27 países da UE.

A Comissão Europeia tem, a partir de agora, três meses para definir as condições do sistema, e os líderes dizem que este poderá estar em ativo “nos próximos meses” e “para o verão”, explicou Merkel.

A dirigente alemã também observou que, devido às novas mutações, poderão ser necessárias campanhas de vacinação anuais idênticas às da gripe, para controlar a pandemia.

"Devido às mutações talvez tenhamos de estar muitos anos numa situação de ter de vacinar uma e outra vez [contra o novo coronavírus], como conhecemos com a gripe", assegurou.